quarta-feira, 21 de abril de 2010

Falta de licitação faz passageiros ficar reféns de poucas empresas

A falta de concorrência emperra o processo de melhoria nos serviços prestados pelas empresas de ônibus que operam nas rotas intermunicipais em São Paulo.A Região de Sorocaba vem sofrendo a dias com o monopolio criado por um grupo empresárial e autorizado pela ARTEFSP

Linhas que na vida real são operadas por 4 empresas no jogo a ARTEFSP deu a um grupo empresárial que tem mais de 80% das linhas da região.O Curioso é que nem sabemos ao certo que tipo de regra o orgão regulador usou para conceder as linhas.

Segundo a Artefsp tal grupo solicitou as linhas primeiro.Ainda segundo a nota a inveja de outros empresários fazem com que o jogo não cresça e nãoe assim se quiz faz suas empresas legal ele fez as deles e nao questiona aproposito ele ajuda empresas e muitas coisas.

Impasse deve continuar
O problema deve continua.Em nota,a ANTTF(Agencia Nacional de Transportes Terrestre Ficticio)informa que a ARTEFSP tem até 30 de maio para solicitar sua inclussão no COR(Cadastro de Orgão Regulador),se o orgão estiver no COR a ANTTF vai respeitas as regras locais como manda a Lei de automonia do COR.

Por outro lado se ate 30 de maio a ARTEFSP não entrar no COR automatigamente ela não sera reconhecida como orgão regulador do orkubus e a ANTTF, em caráter emergencial, vai indicar outras empresas para atender as linhas prejudicadas. Porém, até o fim de maio nada muda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário